Como acabar com a prequiça?

02/05/2021

Falta de disposição ou até mesmo uma aversão ao trabalho. Ter preguiça é humano, e todos nós em um momento ou outro passaremos por um momento assim. O problema e que tem vezes que não podemos deixar ela vencer e devemos combatê-la para seguir em frente.

A psicologia por trás da preguiça

Não sou psicólogo, por isso fui atrás de um profissional. De acordo com o canal no youtube psicólogos em são paulo, a preguiça é uma prima da procrastinação. Mas elas são diferentes!

Sua definição é não fazer algo que você sabe que deve ser feito. Mas somente se for feito através de uma escolha. Muitos casos, como o da depressão,  o não fazer algo não se dá por uma escolha e sim por causa de uma doença. De qualquer forma é recomendado a busca pela ajuda profissional.

Atenção: a preguiça nem sempre é algo ruim. Cabe uma alto análise sobre o porque você está com preguiça no momento. Estresse com muito trabalho ou exercer uma atividade que não gosta podem ser fatores que levam a preguiça.

Nos tópicos abaixo irei me referir a um tipo menos formal de preguiça, mais natural. Aquele relacionado ao trabalho que precisa ser feito. 

1 - Não tente fazer tudo ao mesmo tempo!

Pode parecer contraditório, mas tem uma explicação lógica para você não tentar fazer tudo ao mesmo tempo!

Essa razão é a forma que seu cérebro funciona. A verdade é que nosso cérebro busca prazer de forma inconsciente e tem um sistema de recompensa que usa a dopamina que é muito eficaz.

Você sabe a sensação de fazer muita coisa em um dia e nos próximos dias pensar algo como... "posso fazer isso depois, vai ser minha recompensa por ter feito tanta coisa ontem." ... então, esse é seu cérebro trabalhando em busca do prazer imediato e gerando um hábito vicioso e auto destrutivo.

E é por isso que você não deve fazer tudo ao mesmo tempo. Essa atitude não pode ser sustentada por um longo período de tempo.

Ao invés disso foque em uma coisa e a faça bem.

2 - Fragmente as suas tarefas

A preguiça também pode ser resultado de incerteza, muitas vezes você se encontra na frente de um problema complexo, o que gera incerteza. Essa incerteza faz com que você fique parado no mesmo lugar, pois essa é a rota mais fácil que seu cérebro encontra para fugir do problema. Ao fragmentar o que você deve fazer em pequenas tarefas o caminho fica mais claro o que reduz esse efeito.

            3 - Estipule prazos para criar um senso de urgência ou compromisso

Outro caso comum de preguiça é a ideia de falta de urgência, ela surge principalmente em projetos pessoais ou aqueles que não possui um risco, como a perda de emprego ou reprovação. Quando a urgência não existe recomendo que você a crie. Somos seres competitivos e por isso tendemos a nos animar mais se essa urgência for criada através de uma competição com nós mesmos.

4 - Padronize os seus horários

Padronizar os horários é uma forma de dizer ao corpo quando ele deve estar ativo e quando deve estar relaxado, para um padrão funcionar devidamente recomendo que os siga por pelo menos 60 dias. Pois nos primeiros dias é comum que seu corpo rejeite a nova rotina