Como é participar de uma startup e fazer faculdade ao mesmo tempo?

06/09/2021
Hoje falarei um pouco sobre a minha experiência de participar de uma startup e fazer faculdade, de quebra responderei as principais perguntas que alguns de vocês possam ter. Leiam até o final.

Um pouco de história...

Bom, sou um aluno no primeiro período do curso de ciência da computação. Possuo um blog que documenta minha jornada e expresso minhas opiniões, além de ter trabalhado um tempo na área de programação e no marketing.

A quase um mês eu e mais três sócios participamos de uma competição que avaliou as nossas ideias empreendedoras, graças ao nosso segundo lugar nessa competição, tomamos a decisão de amadurecer nossa ideia e levá-la para frente com objetivo de ajudar muitos produtores rurais. Para isso foi necessário aprender mais e para aprender mais buscamos participar de um programa de aceleração o acelera café, que está em andamento enquanto escrevo. Porém tem um detalhe: eu tenho uma agenda cheia, por causa da faculdade e de outras obrigações e as vezes é difícil conciliar a veia empreendedora com a veia acadêmica, mas respondendo de forma curta a principal pergunta de vocês:

É possível conciliar tudo?


A resposta é sim! E claro que muda de caso em caso, Porém existem pessoas maravilhosas na minha equipe que além de faculdade e Startup, tem um trabalhos e estágios por fora.

Mas atenção! avalie sua situação com cuidado. Não pense que é fácil, pois não é! Provavelmente seu trabalho vai ser muito mais complexo do que se tivesse em qualquer outro ambiente. Empreender exige muito tempo e esforço.

Minha primeira dica caso queira entrar nessa área é montar uma agenda pessoal. Defina tudo aquilo que faz de semana a semana, coloque no lápis horários livres que pode trabalhar, atividades que pretende sacrificar e aquilo não pode abrir mão.

Tenho certeza que com os dados em mãos você poderá tomar uma boa decisão.



Vale a pena?


Não posso garantir que minha opinião não vá mudar ao longo do tempo, considerando que temos apenas um mês de trabalho, porém a visão atual é que SIM, vale muito apena devido a quantidade de aprendizado e conhecimento adquirido durante todo o processo e a possibilidade de ter um impacto real na vida de pessoas associado ao sonho de conseguir ajudar elas no futuro com nossa tecnologia é incrível.

Então em relação a satisfação pessoal, posso garantir que vale muito a pena.

Porém se sua questão é sobre resultado financeiro, não tenho tanta certeza se isso é para você. Entenda: É claro que um dos objetivos de uma startup é ter sucesso financeiro, mas esse não deve ser o objetivo final de seus fundadores na minha concepção. Isso porque estatisticamente (espero que não com a nossa) as startups falham. O caminho é muito tumultuoso, é difícil elaborar uma nova startup do zero, principalmente se você já não tenha dinhero para investir em seu negócio e tenha que correr atrás de investidores. Portanto para suportar todo os meses e anos de trabalho com pouco ou nenhum retorno é necessário que você e seus sócios visem o bem além do financeiro. E digo isso por experiência própria, pois a minha visão inicial também foi a de ganhar o máximo de dinheiro possível com um negócio e ,para ser sincero, não sei se ainda estaria na startup se continuasse pensando assim.



Como é a rotina de uma startup em processo de aceleração?


Pode-se dizer que o lema de qualquer startup em processo de aceleração é: "O trabalho é infinito".

Prepare-se para algumas semanas e meses de muito esforço e aprendizado.

Sendo mais específico, e contando um pouco sobre a minha experiência.


Temos:


→ Segunda feira:

Pitch e apresentação do progresso e do trabalho feito para uma banca julgadora, outras startups e/ou investidores a partir das 18:30.


Terça-feira:

Múltiplas palestras das 18h às 20h + reuniões internas e palestras das 20h às 22h ou 23h;

Orientação jurídica.


Quarta feira:

Palestras e networking com colegas que estão no mesmo barco da 18h às 20h;

Adiantar projetos para a próxima semana;

Contato direto com possíveis clientes.


Quinta feira:

Palestras e orientações com convidados das 18h às 19h + Realização de trabalhos da semana das 18h às 23h;

Contato direto com possíveis clientes.


Sexta Feira:

Mentorias das 17h às 20h;

Treinamentos de soft-skills;

Realização de projetos para a semana;

Contato direto com possíveis clientes.


Sábado:

Realização de projetos para a semana das 18h em diante.


Domingo:

Revisão dos projetos feitos na semana e entregas para as bancas/preparo para realização de pitch das 18h às 22h.



Como podem ver, no processo de startup se trabalha todos os dias, e quando você não está trabalhando com certeza vai estar pensando sobre sua startup e como pode ajudar as pessoas através dela.

Mas não considero como nada fora do normal, como podem ver no meu caso, a maioria das ocupações é dada depois das 18h, podendo assim serem equilibradas nos horários da maioria das pessoas, com alguns sacrifícios.

Na minha experiência as primeiras semanas foram os horários mais apertados e o processo com certeza é mais intenso. Porém, com o passar do tempo, tanto meu corpo começou a se acostumar com a rotina, quanto o trabalho foi diminuindo. Isso porque, apesar da montanha de coisas para se fazer, a equipe começou a se organizar em direção a um único objetivo e isso fez com que a divisão do trabalho aliviasse a carga de todos. Graças às orientações recebidas no Acelera Café, podemos ver e implementar isso de uma forma mais clara, o que contribuiu muito para nosso avanço.

Mas eu quero deixar claro uma coisa: Vai ter sacrifícios!

Eu sempre fui alguém que gostava de consumir minha boa dose diária de internet. Filmes, séries e vídeos no Youtube. Hoje esse consumo diminuiu bastante graças a minha rotina. Estão restritos a curtos intervalos no dia ou nas manhãs do fim de semana. Não posso dizer que me arrependo dessa escolha, uma vez que adquiri tanta coisa boa por causa dela. Mas é algo que vale a pena mencionar para que você coloque na balança.



E a faculdade? Onde ela fica nisso tudo?


Veja bem, para conseguir mostrar o desempenho esperado na faculdade é necessário esforço. Todo momento que não diz respeito às atividades da empresa eu estarei estudando ou me exercitando (saúde é importante, mas sobre isso nas dicas.) .

Pela manhã depois que acordo e pela noite é necessário estudar e com bastante atenção e foco.

Como dito anteriormente a primeira semana é bastante complicada, devido a quantidade de conteúdo da startup que devem ser cuidados, porém é bom cuidar disso o mais rápido possível e dividir bem as responsabilidades, com o objetivo de conseguir ter a sua principal obrigação no dia e não deixar a desejar em nenhuma área.

Isso é muito difícil e sinto que estou aprendendo a cada dia, ainda mais se considerar que tomei essa descrição no primeiro período da faculdade e posso entender que estou em processo de aprendizado até mesmo em como estudar.

Contudo posso dizer que a faculdade fica do mesmo jeito que sempre esteve nisso tudo, cabe a você organizar seu tempo para fazê-la com maestria. Caso eu não estivesse em uma startup, sinto que não estaria usando o tempo "extra" para estudar. Como já disse, nunca fui o cara que estudava 24h por dia. Sempre gastei muito tempo vendo desenhos, séries e coisas assim (o que ainda faço, porém em menor quantidade). Nesse sentido, posso dizer que participar de startup me ajudou. Pois trouxe para minha vida um senso maior de responsabilidade e foco que me faz querer ir cada vez melhor em todas as áreas da minha vida.

Dicas finais

1 → Organize seus horários: é essencial o controle da sua agenda para saber o que foi feito e o que pode melhorar. No meu caso, gosto de manter uma agenda ideal online e um diário pessoal onde anoto tudo que fiz no dia. ao final do dia ou da semana sempre comparo os dois pra saber o que pode ser feito para melhorar;

2 → Se exercite e coma bem: Cuidar da saúde é muito importante, pois ela tem impactos em todas as outras áreas da sua vida. Eu vi em algum lugar uma vez (pesquise sobre, pois não tenho certeza do que eu estou falando) que exercícios antes de séries de estudos tornam os estudos mais produtivos. Pela minha experiência pessoal, acredito que isso seja verdade. Me sinto mais motivado e até mesmo mais feliz depois de um bom treino

3 → Descubra mais sobre a startup que eu participo em: CoffID

4 → receba conteúdos incríveis como esse e acompanhe todo o processo de um empreendedor e programador na nossa newsletter abaixo:


SEJA O PRIMEIRO A LER AS NOVIDADES!